Notícia

MARKETING PARA PEQUENOS NEGÓCIOS: POSSÍVEL E NECESSÁRIO

segunda, 02 de dezembro de 2019
Marketing o sucesso de qualquer negócio passa pelo marketing.

Marketing o sucesso de qualquer negócio passa pelo marketing.

 Afinal, de que adiantaria ter o melhor produto ou serviço se o seu público não estiver ciente de seus benefícios?  

Com as estratégias corretas, é possível criar consciência de marca, aumentar as vendas e gerar fidelização. No caso das pequenas em-presas, é imprescindível encontrar maneiras de otimizar os inves-timentos em marketing. Nesse sentido, uma dica importante é priorizar os canais que possibili-tem investimentos com base em performance e cujos resultados sejam mensuráveis, como é o caso dos canais de mídia digital. Esse tipo de canal permite que os investimentos variem conforme o resultado imediato das ações, além de gerar otimização dos investimentos.Uma boa iniciativa é inves-tir em programas de fidelidade, algo muito importante e até bas-tante comum entre as pequenas Por Murilo Silvério para pequenos negócios: possível e necessário empresas. Basta observar a quantidade de estabelecimentos que utilizam os tradicionais cartões de fidelidade para comprovar que essa preocupação dos em-preendedores é real. Porém, para definir a estratégia de fidelização ideal para o seu negócio, o primeiro passo é conhe-cer bem o seu público. Sorteios ou entregas de brindes podem ajudar na obtenção de dados sobre seus clientes, mas a tecnologia vem facilitando ainda mais esse processo por meio de sistemas de crm (customer relationship management), por exemplo. A base para a aquisição de clientes é proporcionar boas experiências de compra. Ter um bom produto ou serviço e atendimento digno de elogios é o primeiro passo para gerar um movimento espontâneo de divulgação da sua empresa, o chamado boca a boca. Mas é preciso mais do que isso para atrair um bom volume de novos clientes para o seu negócio. Criar ofertas e ações especiais, combos de venda e sorteios são sempre ótimas escolhas, mas existem opções ainda mais completas, como o Beblue.

Os “cashbacks especiais”, que podem devolver altos percentuais do dinheiro de seu cliente em forma de saldo no aplicativo são ferramentas poderosíssimas para atração de clientes e aumento das vendas. Mas como conhecer melhor seus consumidores a fim de pôr em prática essas estratégias?

É possível, por exemplo, prever as necessidades do seu públi-co e desenvolver as ações mais adequadas para atendê-las, por meio de uma plataforma de CRM. Para micro e pequenas empresas, pode ser difícil adquirir o sistema em um primeiro momento. Mas a falta de recursos não pode virar uma desculpa para deixar de in-vestir nessa área: até mesmo uma planilha ou um caderno simples podem servir para armazenar os dados mais importantes de seus clientes, como nome, aniversá-rio e informações de contato. As redes sociais também fornecem dados relevantes sobre os gostose preferências de seus clientes. Então, não deixe de monitorar as interações nos seus perfis. Ferramentas que trabalham com a segmentação de clientes também são importantes pois permitem que cada consumidor receba ofertas e mensagens personalizadas, de acordo com seus interesses e histórico de consumo. Com isso, a tendência à compra se torna muito maior. Nesse caso, a integração dos times de marketing, relacionamento com o cliente e tecnologia da informação são essenciais para que as empresas tenham em mãos uma solução completa, analisando, ainda avaliações e comentários de clientes na plataforma.

Já é possível encontrar soluções acessíveis que são remuneradas de acordo com o sucesso dos estabelecimentos parceiros, ou seja, que cobram conforme as vendas geradas. Essa é a proposta de ferramentas que vão além dos pontos e buscam uma parceria mais completa com as empresas credenciadas, assim como o Beblue. Dessa forma, nenhuma estratégia de marketing é proibida para pequenos negócios. Po-rém, como já foi dito, optar por alternativas mensuráveis é o melhor caminho para empresas que possuem um orçamento de marketing reduzido. Para um negócio local, provavelmente não faria sentido anunciar em mídias de grande alcance, como a TV. Por outro lado, investir na construção de um site na internet pode ser uma boa forma de divulgar a sua marca. É tudo uma questão de analisar as estratégias disponíveis e escolher as mais adequadas à realidade da sua empresa.

Murilo Silvério, CEO do Beblue é engenheiro de produção, formado pela Escola Politécnica (USP), com MBA em Negócios e mestrado em Economia pelo Insper. Tem experiência nas áreas de Qualidade e Financeira e atualmente está focado em Produtos, Crédito, Cobrança e Atendimento ao Cliente.

Fonte: http://www.fenacon.org.br/media/uploads/revistas/FENACON_192_j7NK4kM.pdf